quinta-feira, 18 de março de 2010

Sonâmbulos Anônimos

Ilustração: Daniel Araújo

Nem um estado me possui pois o estado sou eu num estado de coisas instáveis.
Nenhum estalo me acorda do sono perfeito e certo que é o destino.
Sem saco pra tudo que me desconsola sonâmbulos anônimos vivos miseráveis.
Cem tacos cegos jogados num aconchegante espetáculo ambíguo.

Quer saber bem me quer mal me quer.
Quer saber nada.
Quer saber venha o que vier.
Quer saber chega.


Ariel Pádua

2 comentários:

vtoocean disse...

Cara!
É incrível como a imagem ficou a descrição perfeita.

Quem fez tá de parabéns!!!!

vtoocean disse...

Cara!
É incrível como a caricatura ficou parecida.
Quem fez tá de parabéns!!!