segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Seja Luz

Nada escapa a natureza
Nem os ratos, nem os reis
Ninguém foge da justiça
Da terra comendo a carne

Solenes cultos
Seletos grupos
Dialetos vagos
Diabólicas coreografias

Cerimônias brilhantes
Escondem atos pálidos
Donos da verdade
Espectrais esforços

Inatacável sistema
Vá se cuidar!
Faça ioga!
Fique na moda

Tristes e loucos
Temem a Deus
Temem a morte
Temem a pobreza

Fixação fatal
Em tudo que já vi
Fascinação total
Em tudo que não vi

Contra paixões não há argumentos
Prazeres eternos em raros momentos
Fé, coragem e alguns tormentos
Na Era dos extremos

Campos quânticos
Contas a pagar
Moléculas de ilusão
Dando tudo de si

2 comentários:

Anônimo disse...

Manin de onde tu arruma tanta inspiração!?! Parabéns.
[]´s

fabrine disse...

Nossa,parabéns kerido, naum sabia que por traz dessa pessoa doce e juvenil existisse um grande poeta!